quarta-feira, 26 de novembro de 2008

Biblioteca

Ontem fiquei o dia todo na biblioteca da FLUL, onde estudo. Meu Deus, inacreditável o acervo e a possibilidade de acesso. Nunca não encontrei alguma coisa que precisava. E, no momento, em meio à História da Língua Portuguesa e Dialetologia, encontrei uma prateleira recheada de livros sobre o Português do Brasil! Uau... foi um delírio. Sentei no chão e por lá fiquei... por horas. Tudo de bom! Livros antigos e tãããão bem conservados. Achei um do Celso Cunha (exatamente qual, não me lembro, porque folheei tantos!) que foi autografado por ele, à caneta, em 1900 e bolinha. Fiquei tão orgulhosa e feliz por ter acesso a este saber! Seria bom se no Brasil as escolas fizessem com os alunos visitas frequentes à bibliotecas para ensinarem o valor da leitura de livros. O valor real, não o valor das resenhas, resumos e fichamentos. O valor do conhecimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.