quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Fotos antigas

Ainda em Belo Horizonte, depois do lindo e emocionante casamento da minha irmã Lê com o agora cunhadão Du, e do retorno do Radek à Budapeste (eu vou daqui a uns dias), estive escaneando (ou seria scaneando?) umas fotos antigas que ficam num quadro no sítio do meu pai. São fotos que tiramos no sítio, no decorrer de duas décadas. O SÍTIO é o lugar onde passei a maior parte da minha infância, onde aprendi muito mais do que a subir em pé de jabuticaba e a matar cobra, e onde moram as minhas mais tenras lembranças. E, neste momento, após um casamento e um funeral, vi que aquele lugar mágico é o resumo perfumado do meu significado da palavra família.


 












2 comentários:

  1. Kell querida,
    Que delícia ver estas fotos!!!
    Pena que eu não era sua "amiguinha" nesta época... rsrs... Poderia ter aproveitado bastante o sítio... rsrs...
    Fico imensamente feliz em fazer parte desta família que eu tanto amo!!!
    Mil beijos,
    Dri.

    ResponderExcluir
  2. "......ah!!! o sítio, lugarzinho longe, que divide o fim do mundo com um pedacinho do céu, onde todas as nossas aflições e pressas se perdem e tudo se resume em PAZ!!!!!! tudo que se pode sentir...............paz!!!!!"

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.